Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, BOM JESUS DO ITABAPOANA, BELVEDERE, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, Spanish, Animais, Música, Artesanato



Histórico
 16/07/2006 a 22/07/2006
 25/12/2005 a 31/12/2005
 11/12/2005 a 17/12/2005
 27/11/2005 a 03/12/2005
 06/11/2005 a 12/11/2005
 02/10/2005 a 08/10/2005
 25/09/2005 a 01/10/2005
 24/07/2005 a 30/07/2005
 19/06/2005 a 25/06/2005
 08/05/2005 a 14/05/2005
 24/04/2005 a 30/04/2005
 17/04/2005 a 23/04/2005
 10/04/2005 a 16/04/2005
 27/03/2005 a 02/04/2005
 06/03/2005 a 12/03/2005
 27/02/2005 a 05/03/2005
 20/02/2005 a 26/02/2005
 13/02/2005 a 19/02/2005
 06/02/2005 a 12/02/2005
 16/01/2005 a 22/01/2005
 09/01/2005 a 15/01/2005
 02/01/2005 a 08/01/2005
 26/12/2004 a 01/01/2005
 12/12/2004 a 18/12/2004
 05/12/2004 a 11/12/2004
 28/11/2004 a 04/12/2004
 03/10/2004 a 09/10/2004
 26/09/2004 a 02/10/2004
 19/09/2004 a 25/09/2004
 12/09/2004 a 18/09/2004
 05/09/2004 a 11/09/2004
 29/08/2004 a 04/09/2004
 22/08/2004 a 28/08/2004
 15/08/2004 a 21/08/2004
 08/08/2004 a 14/08/2004
 01/08/2004 a 07/08/2004
 25/07/2004 a 31/07/2004
 18/07/2004 a 24/07/2004
 04/07/2004 a 10/07/2004
 20/06/2004 a 26/06/2004
 06/06/2004 a 12/06/2004
 30/05/2004 a 05/06/2004
 23/05/2004 a 29/05/2004
 16/05/2004 a 22/05/2004
 09/05/2004 a 15/05/2004
 25/04/2004 a 01/05/2004
 18/04/2004 a 24/04/2004


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL
 UOL SITES
 cantinho da deli
 emara
 Viviart
 meu momento
 Feito por mim...
 Eu Vi Assim - Fotoblog
 Como a vida deve ser
 oficina Dall'Stella
 arte e manhas da Tia Lili
 Bruxarteira
 Sandra Guru
 Mania de fazer
 Bee country
 Pimentinha
 Kelly Mansur
 Oficio manual


 
Pra Casa - oficina artesanal


Amigos,
visitem meu fotoblog:

http://pracasaoficinaartesanal.nafoto.net

Devido a falta de tempo, parei com o blog, por uns tempos,
 mas vejam meus últimos trabalhos no link acima .
beijos

Claudia Andre



Escrito por Claudia e Tarcisio às 10h39
[] [envie esta mensagem]



Fui vencida pela maratona do fim do ano...
O Papai Noel, em pessoa, veio me ajudar...mas foi em vão!!!
Obra em casa, bazar de Natal, ceia, presentes,
visitas... jardim desarrumado...abandonei meu blog! Minhas amigas enviaram
mensagens, lindas mensagens e só agora estão recebendo as respostas!
Fui vencida? ou me deixei vencer? Deixei de ser a todo-poderosa...
a que sabe e faz tudo...a que ainda tem tempo de copiar receitas
e distribuir com as amigas...dar sugestões de presentes...
fazer encomendas de última hora ( apesar de ter jurado"este ano não faço
mais nada de última hora!!!!)
Depois de ler esta crônica, impagável, da Adriana Falcão,
percebi que não sou só eu, mas todas somos iguais e na verdade
só mudamos de endereço.
E sejamos felizes para sempre! rs
Feliz Ano Novo.
Bjos!



Escrito por Claudia e Tarcisio às 22h07
[] [envie esta mensagem]





Escrito por Claudia e Tarcisio às 22h01
[] [envie esta mensagem]



                       ULTIMO CAPITULO

                       O último capítulo do ano se caracteriza por um corre-corre
digno de último capítulo de novela, acrescido da obrigação de um final feliz para todos,
já que o espírito natalino não admite vilões.
Natal e Ano Novo têm de esparramar alegria, isso é obrigatório, no entanto não é fácil,
eis a realidade. Nessa gincana de afazeres e confraternizações, problema que atinge
diretamente grande parte da população mundial, as mulheres
são as maiores vítimas, como sempre.
É isso que pretende provar o presente texto.
São elas, por exemplo, que ficam horas tentando conseguir um peru no supermercado
enquanto amargam terríveis conflitos: "Este não é muito caro?" "Este outro
não está meio murcho"?, "Roubo aquele do carrinho da velhinha?"
ou "Levaram o murcho, e agora?"
Uma garrafa de champanhe ou duas? Ou três? Vinho ou cerveja?
As amêndoas estão pela hora da morte.
Faltou o gelo, meu Deus!
Em um dado momento elas precisam se transformar em figurinistas:
a roupa do marido, a roupa das crianças, e depois do figurino
da família resolvido, chega a vez do delas próprias.
E só mesmo uma mulher conhece a dimensão da dificuldade
de escolher a cor do vestido. "Vermelho no Natal não é óbvio demais?"
Ou, "arrisco um verde-esperança no réveillon, ou aposto no
branco de novo?", deliberação bastante complicada, pois, se
ela resolver arriscar, e tiver azar no ano que vem,
vai passar o ano todo arrependida.
Caso a árvore-de-natal não seja a mais bela
árvore-de-natel de que já se teve notícia, a culpa é de quem?
E se a mesa não estiver impecável?
E se aparecer mais gente?
E se faltar comida?
E se cair uma tempestade?
Até esta última alternativa, que deveria ser da jurisdição
de São Pedro, parece ser das organizadoras da festa.
No meio de tamanha confusão, elas ainda são obrigadas  a ir
ao salão de beleza, unhas, escova, depilação, apesar de saberem
que Papai Noel não vai reparar nesses detalhes, aliás,
ninguém vai reparar, todos estarão muito preocupados com a ceia,
a bicicleta nova ou os fogos de artifício.
É de total responsabilidade das mesmas comprar todos
os presentes.
Ruas lotadas. Filas imensas.Sacolas cheias. Carteira vazia. Não há 13º
que agüente. Aceita cartão? Cheque pré-datado?
Dá pra parcelar em 150 vezes?
Elas então passam noites insones, conferindo se não faltou ninguém
na lista, o que sempre ocorre.
Mais uma vez são elas que precisam ter uma idéia genial,
quando a falha é descoberta, seja improvisando um presente
de última hora, à meia-noite do dia 24, seja se fazendo de louca
a ponto de afirmar para o convidado prejudicado, na maior cara-
-de-pau: "Se ficar grande, eles aceitam troca", como se ele
é que tivesse tido o descuido de perder um presente que nunca lhe foi dado.
Um dos problemas mais freqüentes nessas ocasiões é a decepçao do sobrinho
ao abrir avidamente o pacote e descobrir que ganhou
um brinquedo igualzinho ao que já tem, frustração
tão violenta que é capaz de causar um trauma irreversível.
Mais uma culpa.
Encontrar flores bonitas para jogar no mar também é tarefa árdua,
o que traz uma enorme insegurança: e se Iemanjá não gostar dessa
meia dúzia de cravos de deunto amassados?
Mas o maior problema de todos é, sem dúvida, a necessidade
de eternizar toda a quela alegria de festa pelo resto
do próximo ano, uma vez que a felicidade da família ( disso
as mulheres têm certeza) depende única e exclusivamente delas,
e não há nada que mulher goste mais do que ver
a família feliz, considerar-se onipotente, e, depois,
cair exausta.
( Adriana Falcão )

 

 

 

 



Escrito por Claudia e Tarcisio às 21h30
[] [envie esta mensagem]



Lívia, no Restaurante, um sítio muito aconchegante.
Neste mesmo dia, fomos arumar o apartamento,
onde ela vai morar por 4 meses, ou enquanto durar
o estágio da UFF/CIEE.

 



Escrito por Claudia e Tarcisio às 09h11
[] [envie esta mensagem]





Escrito por Claudia e Tarcisio às 09h08
[] [envie esta mensagem]



O belo Tetro Municipal Trianon, de Campos dos Goytacazes,
minha terra natal.



Escrito por Claudia e Tarcisio às 09h03
[] [envie esta mensagem]





Escrito por Claudia e Tarcisio às 08h58
[] [envie esta mensagem]



Participamos do evento Arte Trianon, a convite do artista plástico
Roulien Boechat. Fomos recebidos pela D. Marlene Areas, da Arte Mãos ,
de Campos dos Goytacazes, companheira da Diretoria da Manarte
de Bom Jesus do Itabapoana/RJ.
Foi uma participação rápida, 3 horas, apenas, mas a anfitriã
não mediu esforços para que ficássemos à vontade.



Escrito por Claudia e Tarcisio às 08h55
[] [envie esta mensagem]





Escrito por Claudia e Tarcisio às 08h50
[] [envie esta mensagem]





Escrito por Claudia e Tarcisio às 08h49
[] [envie esta mensagem]



"Há pessoas que nos falam
e nem escutamos,
há pessoas que nos ferem
e nem cicatrizes deixam
mas há pessoas que simplesmente aparecem
em nossa vida
e nos marcam para sempre."
( Cecília Meireles)



Escrito por Claudia e Tarcisio às 08h45
[] [envie esta mensagem]



NO evento Arte Trianon, encontrei minha amiga de adolescência,
colega de sala desde 12 anos até o término da Escola Normal,
no Instituto de Educação Professor Aldo Muylaert -
Claudia Marcia - onde as carteiras eram duplas e por termos
os mesmos nomes, sentávamos juntas, obedecendo à ordem de chamada.



Escrito por Claudia e Tarcisio às 08h43
[] [envie esta mensagem]





Escrito por Claudia e Tarcisio às 08h40
[] [envie esta mensagem]



Final de ano chegando...Natal, tempo de reflexão!


" Fiz um acordo de coexistência pacífica com o tempo:
nem ele me persegue, nem eu fujo dele,
um dia a gente se encontra"

( Mario Lago)



Escrito por Claudia e Tarcisio às 08h45
[] [envie esta mensagem]



                                            

Observação : figura garimpada na internet.  



Escrito por Claudia e Tarcisio às 18h36
[] [envie esta mensagem]



Diante do Presépio

Senhor,
Sois tão grande e vos apresentais como criança.
Sois tão forte e vos manifestais na fragilidade.
Sois tão rico e vos fazeis mais pobre que os pobres.
Sois tão poderoso e vos tornais tão submisso e obediente.
Diante de tal grandeza vos pedimos:
Fazei-nos simples e humildes para entender que os últimos e pequenos
dentre os homens são os primeiros diante de Deus.
Senhor, fazei-nos criança.
Amém.

 ( Dom Luiz Flávio Cappio )



Escrito por Claudia e Tarcisio às 18h28
[] [envie esta mensagem]



Com a correria do fim de ano...chegou o Natal e muitos de nós
ainda não se preparou para as festas...mas e o aniversariante?
É preciso lembrar-se sempre dele!



Escrito por Claudia e Tarcisio às 18h24
[] [envie esta mensagem]





Escrito por Claudia e Tarcisio às 18h17
[] [envie esta mensagem]





Escrito por Claudia e Tarcisio às 18h15
[] [envie esta mensagem]




[ ver mensagens anteriores ]